sexta-feira, abril 09, 2010

Ser o que não é é ser o quê?

Quem você foi ontem?
Quem você é hoje?
Atualmente as pessoas têm deixado de lado a autênticidade e procuram ser o que não são verdadeiramente. O que está gerando isso? Os meios sociais talvez? Acredito o padrão de vida que a sociedade criou, fez com que as pessoas (em geral, os jovens), busquem se encaixar naquilo que chamam de popular, moda, e acabam perdendo a essência de quem são.

Ser o que não é é ser o que?
Falso? Sem personalidade? Ou apenas uma tática para se adptar ao que chamamos de mundo?

De certa forma, isso não é algo positivo e acaba causando transtornos para todos. Autênticidade é e sempre será algo importante para as pessoas; sendo autêntico você se torna sincero e sinceridade é o que todos almejamos do outro.
As diferenças ligam uns aos outros. Todos nós podemos aprender com quem tem um pensamento e uma forma de viver diferente de nós. O que não podemos é perder o que somos para nos deixar ser o outro. Pois, apartir daí, deixamos de viver. Se você hoje não é quem você é de verdade, como acha que você será amanhã?
Seja você mesmo sempre e procure aprender com as diferenças.

5 comentários:

mari disse...

Blog
legal
parabens
me visita
bjos
e sucesso.

mari disse...

blog legal
sucesso
e me visita
bjos

Lmanu disse...

melhor é ser diferente,pq ai seremos nos mesmo, mostraremos ao mundo q podemos viver e ser feliz sem sermos igual a ninguem..
muito bom.

Fred disse...

É realmente frustrante o modo como as pessoas se deixam influenciar, todos querem se dizer "diferentes" mas se são todos diferentes, logo se tornam todos iguais, não? O melhor de tudo é fazer a diferença, é ser quem você mesmo e não ligar para a opinião alheia. Adorei seu post, aliás adorei o Blog todo, você tem uma opinião legal das coisas :)

Jessyca Morena disse...

Amei o blog, mt foda
Parrabeins bjs me segue :)