Em Contos Diálogos

Por mim mesma

Eu resolvi mudar por um pequeno instante e muito sem pensar, impulsiva, levantei, peguei uma tesoura e fiquei parada na frente do espelho por 30 segundos. Peguei uma mecha de cabelo, porque pensei que uma franjão seria bom, e sem medir, sem pensar, sem calcular e sem medir novamente pois, vale a pena frisar isso, cortei. 
- Nossa, o que foi que eu fiz? 
- Deu merda... Pensei em seguida.
- Se tivesse parado pra me ouvir, não tinha feito isso, sua louca! Essa é a voz da minha consciência.
- A gente tem que consertar isso! Refuto.
Peguei um borrifador e borrifei todo o cabelo de água. Quando já tinha a umidade que eu queria, foi aí que começou a operação de recuperação de autoestima.
Fui separando o cabelo por camadas, seguindo as instruções de uma moça que tinha o cabelo parecido com o meu e que estava me ensinando como fazer o que eu queria fazer, num vídeo. A cada minuto que passava, meus pés ficavam cobertos de tufos e pedaços de cabelo. 
- Que dê certo, por favor... Falo, enquanto vou cortando mais um pouco do lado direito que ficou maior que o esquerdo.
No fim, não sabia exatamente a forma em que tinha ficado, se tinha dado certo, se eu não estava ridícula. Peguei uma vassoura, varri o tufos no chão, e fui lavar o cabelo tendo a esperança de que água, o shampoo e o condicionador fizessem um milagre de amenizar o estrago. Fiz a melhor finalização que poderia fazer. Fui para a frente do espelho, esperando que um milagre tivesse acontecido. Olhei para a imagem de uma moça que agora tinha um cabelo curto bem no meio do pescoço. Eu particularmente, adoro ele assim.
- Não acredito que fiz isso sozinha... 
Não estava perfeito, mas também não foi um desastre. Dei um suspiro de alívio e senti que mudei o que precisava. 
-Tô linda! Mas, na próxima vez que eu quiser cortar meu cabelo, eu vou num salão. 

14 comentários:

  1. Que aventura! Sempre tento cortar meu cabelo em casa, a franja acerto, mas o resto não, rs. Queria ter visto o resultado.

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  2. Que bom que no final deu tudo certo hahaha!
    Eu não tenho essa coragem de cortar o cabelo sozinha, nem minha franja tenho coragem haha.
    Vi sua foto alí no instagram e achei que você ficou bem linda de cabelo curtinho <3

    https://heyimwiththeband.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Algumas coisas precisamos fazer para ter coragem. Precisamos ter coragem muitas vezes para mudar. E precisamos errar várias vezes para dar valor para coisas que não dávamos.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi, Hozana

    Acho que às vezes a gente precisa se arriscar mesmo e não sei se viajei, mas vi uma metáfora nas entrelinhas do seu texto. Por mais que às vezes algo impulsivo não dê muito errado (ou menos errado que a gente esperava), é bom ir com mais calma, pensar bem antes de agir.
    Adorei a ilustração!

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Adorei a ideia do texto, precisamos arriscar mais vezes.
    Eu já fiz franja no meu cabelo, por eu mesma, ficou um desastre, mas depois nem liguei hahaha.

    até mais,
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  6. Cara enquanto eu lia o teu textto eu me lembrei de quando inventei de fazer franja no meu cabelo. Você conseguiu transmitir todo o sufoco que é. Adorei seu texto. E que bom que no final o resultado não foi desastroso ;)

    https://www.verdadeescrita.com/que-voce-seja-o-meu-ultimo-amor/

    ResponderExcluir
  7. Nunca me aventurei numa dessas, mas confesso que dá vontade de fazer uns experimentos cabelísticos, haha! Amei o conto, deu pra absorver o sentimento! <3

    beijo
    Jess
    http://www.solsticio.com.br

    ResponderExcluir
  8. Queria ver o resultado final.
    Bom restante de semana!

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  9. Oie, tudo bem?
    Hahaha adorei o conto! Quem nunca fez merda no cabelo, né?
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  10. Hahaha é a primeira vez que visito seu blog e me apaixonei pela sua escrita, moça, e com certeza pretendo voltar aqui mais vezes!
    Nunquinha na vida tive coragem de cortar meu cabelo sozinha, mas com esse texto lembrei que dia desses eu tava me segurando pra não cortar uma franja em casa. Tenso.
    Eu admiro muito a coragem de segurar uma tesoura e fazer tudo sozinha, mas às vezes tudo que a gente precisa é de uma mudança mesmo e não importa muito como é feita.

    Um abraço!
    baudogirassol.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Sempre que eu corto o cabelo sozinha a primeira conversa que eu tenho com o meu subconsciente começa exatamente assim "deu merda", hahahaha. Me identifiquei muito com o texto, a última vez que cortei sozinha e deixei o cabelo bem curtinho eu tive esse mesmo sentimento de torcida pra que desse certo o corte, mas depois eu fiquei feliz por que era daquilo que eu precisava naquele momento.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  12. Oi, Hozana!

    Às vezes, estas mudanças são necessárias... Que bom que no final deu certo!

    Abraços, Cris

    ResponderExcluir
  13. As vezes, até o cabeleireiro faz algumas loucuras nos nossos cabelos, rs. Se você está feliz, é o que importa!
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. Gente, adorei!
    Mas taí uma coisa que eu nunca fiz e nunca vou fazer: corte meu próprio cabelo, hahaha.
    Minha mão é completamente torta para tesouras.
    :P
    Adorei o texto e o bom humor dele.

    Beijooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir